Volunt�rio
Como Ajudar
Solsef
Impostos Solidários


Contribuir para Sol sem Fronteiras beneficia os seus impostos!

A Sol Sem Fronteiras encontra-se abrangida pela lei do Mecenato. É uma associação sem fins lucrativos, reconhecida pelo despacho publicado na III Série do D.R. nº297, de 22 de dezembro de 1993 . Foi-lhe também concedida a isenção de IRC nos termos do art.º 10.º CIRC e reconhecida enquanto organização não governamental para o desenvolvimento nos termos do artigo 8º, da Lei n.º 66/98.
Tendo em conta estas premissas, todo e qualquer donativo (em numerário ou em espécie), pode ser deduzido por particulares ou empresas nas suas declarações de IRS e IRC.

Se é particular existem duas formas de contribuir para a SOLSEF:

1) Donativo Particular (IRS)

O seu donativo será considerado em 130%, o que quer dizer que por cada100 euros de donativo o fisco deverá considerar 130 euros. A percentagem de dedução é de 25%, até ao limite de 15% da coleta. Isto quer dizer que, por exemplo, por esses 100 euros de donativo, a percentagem de dedução é de 25%, deduz 32,5 euros até ao limite de 15% da coleta.


Para completar a informação poderá consultar o Artigo n.º 63.º do Estatuto dos Benefícios Fiscais no link abaixo.





 


2) Consignação Fiscal (IRS)

Sabia que há uma forma de contribuir para Sol sem Fronteiras sem que nada lhe custe? Na altura de preencher o IRS, qualquer contribuinte pode participar com 0,5% do imposto liquidado para Sol sem Fronteiras. Quando dizemos que não lhe custa nada, é verdade – se tiver de pagar IRS, não terá de pagar mais, e se receber IRS não terá de receber menos – os 0,5% são a pequena porção de imposto que o Estado encaminha em seu nome para Sol sem Fronteiras.

Para tal, basta preencher o campo 1101, do quadro 11, na folha de rosto do modelo 3, com o número de contribuinte da Sol sem Fronteiras - 503 070 092 - e escolher a opção IRS. Desta forma estará a contribuir para que o Sol nasça para todos!










Se é uma empresa, há benefícios para o seu IRC


De acordo com o artigo 62.º do Estatuto dos Benefícios Fiscais são considerados custos ou perdas do exercício os donativos até ao limite de 8/1000 do volume de vendas e/ou prestação de serviços no exercício, sendo estes atribuídos a aorganizações não governamentais para o desenvolvimentocomo é o caso da Sol sem Fronteiras.


Para completar a informação poderá consultar o Artigo n.º 62.º do Estatuto dos Benefícios Fiscais aqui.




 

Não custa nada, ajude o Sol a nascer para todos!


 
O Sol nasce para todos
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento
Facebook Youtube Instagram
Copyright 2017 Sol Sem Fronteiras Todos os direitos reservados
Design by: www.mediaminds.pt