Donativo
Notícias
Solsef
Edificar a Educação - testemunho

A Ana Galvão, voluntária da Sol sem Fronteiras, esteve 12 dias em Calequisse, Guiné-Bissau, a apoiar as formações em Higiene e Saneamento incorporadas no projeto Edificado a Educação. Uma semana depois do seu regresso, escreve-nos este testemunho a contar o que viveu e sentiu nestes dias de missão:


Uma semana depois de voltar não poderia estar mais agradecida pela oportunidade de ter estado na Guiné-Bissau e, em particular, em Calequisse, a apoiar as formações do projeto "Edificando Educação”. Como sempre, sinto que aquilo que consigo dar é muito pouco em comparação com o que recebo quando parto para uma missão.


Tenho a sensação de que, quem entra na Guiné-Bissau, nunca mais pode esquecer que lá esteve. A pobreza e a falta de recursos misturam-se com a simpatia e com a capacidade de acolhimento das pessoas. Nem as chuvas torrenciais, nem a barreira da língua conseguiram deter este projeto de apoio às escolas das tabancas de Bariapinde, Batau, Bajob e Mata de Ucó.




Penso que só estando no terreno é que se pode perceber com clareza que uma construção destituída de formação não pode dar os mesmos frutos. Numa cultura em que é a mulher que tem todas as obrigações conseguir ter as formações sempre cheias, com cerca de 50 mulheres em cada tabanca só pode encher-nos de alegria. Mais ainda, no final das formações, perceber que elas agradecem a nossa disponibilidade e sentem que precisam de mais formaçõesmostra-nos que estamos no caminho certo. A verdade é que elas são a força motriz daquele povo, mas dificilmente são abrangidas por alguma formação, porque vivem em sítios isolados e com maus acessos. Isso ajudou a tornar esta experiência ainda mais especial. Fez-nos sentir que estávamos realmente junto de quem mais precisa.


 


Não posso deixar de louvar o trabalho do formador da ADPP, o tio Lima, que conseguiu falar de forma cativante sobre higiene e saneamento comunitário e a ajuda incansável da irmã Madalena, que do alto dos seus 82 anos, se entrega de braços abertos à missão e a este projeto em particular.


 


As cozinhas, despensas, refeitórios e latrinas de apoio às escolas serão fundamentais para a melhoria da higiene e da nutrição daquelas crianças. Eu acredito neste projecto e acredito que pode dar frutos. Assim como continuo a acreditar que o sol, quando nasce, é mesmo para todos.

Obrigada Sol Sem Fronteiras. Obrigada Calequisse. Obrigada Betenta. Obrigada irmãs espiritanas. Obrigada Liber. Obrigada tio Lima. Obrigada irmã Madalena. Obrigada, obrigada, obrigada!




O projeto "Edificando Educação" é co-financiado pelo Instituto Camões e a experiência de voluntariado foi apoiada pelo IPDJ. Quanto à viagem da Ana Galvão, esta foi apoiada pelo programa Donate Miles da TAP. A todos, muito obrigado!

O Sol nasce para todos
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento
Facebook Youtube Instagram
Copyright 2017 Sol Sem Fronteiras Todos os direitos reservados
Design by: www.mediaminds.pt