14 de Maio, 2024

Visita para o arranque do Centro Social Sereboqui entra na sua segunda semana

A visita da nossa técnica Raquel Carreira para o arranque do Centro Social Sereboqui, em Santa Cruz, Bolívia, entra na sua segunda semana. Durante a sua estadia, Raquel tem participado numa série de encontros e reuniões estratégicas que nos estão a ajudar a compreender ainda melhor o enquadramento do projeto, bem como a finalizar os detalhes técnicos e legais para iniciar as construções.

Encontros com os líderes da comunidade local

Ao longo desta semana, Raquel já se reuniu com diversos líderes locais da Paróquia de Los Santos Desposórios, que irá albergar o Centro Social Sereboqui. O objetivo foi discutir a contextualização local e as necessidades dos jovens na região. Assim, estes encontros têm servido para delinear os objetivos e atividades para o projeto, pois que acreditamos que o sucesso do Centro Social depende do envolvimento ativo da comunidade.

Assim sendo, Raquel também se encontrou com os jovens da comunidade, potenciais utilizadores do centro social. Neste contexto, Raquel realizou dinâmicas com os jovens presentes, com o objetivo de compreender as suas preferências e preocupações. Além disso, também explorou maneiras de os envolver ativamente no processo de desenvolvimento do Centro Social, uma vez que serão eles os beneficiários deste projeto.

Encontros de gestão

Por outro lado, Raquel participou em encontros mais específicos, incluindo reuniões com os arquitetos para discutir os requisitos do Centro Social. Além disso, a nossa colega reuniu-se com o banco responsável e com a contabilista que acompanhará o projeto na Bolívia, entre outros. Todas estas reuniões têm como objetivo assegurar que tudo cumpra os requisitos legais e técnicos, de forma a garantir que o arranque do Centro Social Sereboqui aconteçaa de acordo com a lei e os melhores critérios de segurança.

Raquel ainda tem mais uma semana pela frente para continuar a reunir-se com a comunidade local e para finalizar orçamentos, planos, licenças e, em última análise, tudo o que é necessário para começar a concretizar este projeto. Este centro representa um esforço conjunto da Sol sem Fronteiras, da comunidade local e dos Missionários do Espírito Santo para criar um espaço inclusivo e estimulante para os jovens de Santa Cruz. Fica aqui o nosso agradecimento às Campanhas de Solidariedade da Família Espiritana, que nos estão a ajudar a financiar este projeto. Juntos, estamos a lutar para capacitar os jovens e promover o desenvolvimento social na região.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *