27 de Abril, 2022

Arranque da formação de Competências transversais na docência

Na passada semana, três mulheres de ampla experiência viajaram até Bafatá, na Guiné-Bissau, para acompanhar o arranque da formação de “Competências transversais na docência (escola, família e sociedade)”. Este curso decorre no âmbito do nosso projeto Capacitação Pedagógica e está destinado aos professores das três escolas que apoia. A saber, o Jardim Infantil Santa Teresinha do Menino Jesus, a Escola Missionária São Francisco Xavier e o Liceu Leopoldo Pastori.

Vista a importância da formação de “Competências transversais na docência (escola, família e sociedade)”, foi preciso contar com uma equipa multidisciplinar. Assim sendo, foram convidadas para participar nesta atividade a dra. Dina Nogueira, formadora do Cfae Centro-oeste e a profª Teresa Santos, voluntária sénior da Ser Mais Valia. Para completar a equipa, juntou-se a elas a Libertad Jiménez, nossa técnica de projetos, que as está a orientar e a ajudar durante esta missão.

Seminário inicial com a dra. Dina

A dra. Dina é especialista em Psicologia da Educação e aplica os seus conhecimentos tanto na formação como na psicóloga clínica. Nos últimos tempos a Dina tem estado a trabalhar na formação de professores. Isso significa que esta experiência foi muito útil para concretizar o seminário de abertura da formação.

O seminário teve lugar no dia 21 de abril e nele marcaram presença os quase 60 formandos que participam na formação. Durante a sua apresentação, a Dina fez uma introdução  do programa formativo e ainda refletiu com os formandos sobre várias questões. Por exemplo, entre todos  debateram sobre o que é ser bom professor, bem como sobre o que são as competências transversais na docência.

Arranque da formação com a profª Teresa Santos

Já no sábado 23 de abril arrancou a formação de “Competências transversais na docência (escola, família e sociedade)” com a profª Teresa Santos. A profª conta com uma alargada trajetória académica cujo foco está na área da Psicologia da Educação. Do mesmo modo, também tem uma ampla experiência enquanto formadora. A combinação de ambas competências será, com certeza, uma mais valia que irá ajudar os formandos a atingir os objetivos marcados para o curso.

Durante três meses de formação, a profª Teresa irá trabalhar com os formandos sobre diferentes temas como, por exemplo, a comunicação e a relação escola-família. Também estudarão a importância da participação dos professores na Gestão Escolar ou a componente interdisciplinar do trabalho docente.

Apoio desde Portugal

Se bem uma semana é suficiente para acompanhar o arranque da formação, a presença da profª será necessária até ao fim da formação, previsto para julho. Desta forma, a dra. Dina e a Libertad regressarão a Portugal passado uma semana e continuarão a dar apoio desde aqui à profª Teresa, que fica em terreno.

Formação contínua do projeto “Capacitação Pedagógica”

A formação “Competências transversais na docência (escola, família e sociedade)” é a terceira formação programada no âmbito do projeto “Capacitação Pedagógica”. Além de esta, já aconteceram antes outras duas formações, também com o objetivo de capacitar os professores das três escolas abrangidas pelo projeto.

Em primeiro lugar decorreu a denominada “A preparação do trabalho docente (Organização, Planificação e Avaliação Curricular-Pedagógica) e a sua implementação (a prática dos processos de Ensino-Aprendizagem)”. Esta formação aconteceu entre outubro e dezembro de 2021. Em segundo lugar, entre janeiro e abril de 2022, também aconteceu a de “Literacia informática e digital no trabalho docente”.

O projeto Capacitação Pedagógica, ao abrigo do que aconteceram todas elas, é fruto da parceria entre a Solsef e a Caritas Diocesana De Bafatá. Alem disso conta com o cofinanciamento do Camões, I.P. Igualmente tem o apoio da Ser Mais Valia no recrutamento e formação de professores voluntários e do CFAE Centro Oeste na acreditação das formações em Portugal.

Queremos agradecer à profª Teresa, à dra Dina e à Libertad o seu profissionalismo e empenho em terreno. Um muito obrigado também ao CFAE-CENTRO OESTE pela acreditação das formações em Portugal e à Associação Ser Mais Valia pela seleção e recrutamento dos professores sénior voluntários.