Notícias
Solsef
A 53ª Assembleia Geral Ordinária celebrou-se no Palácio Baldaya

A 53ª Assembleia Geral da Sol sem Fronteiras decorreu no passado domingo, 10 de novembro, no Palácio Baldaya. Uma reunião para pensar o ano de 2020, na qual foram apresentados o plano de atividades e o orçamento.


Pelas 14:00 horas, os sócios e amigos da Solsef começaram a chegar ao Salão Nobre do Palácio Baldaya. Pouco depois das 14:30 horas, o Presidente da Assembleia, Tiago Lima, deu as boas vindas aos presentes e expôs a ordem de trabalhos.

 

                          Tiago Lima, presidente da Assembleia Geral, com a Raquel Bastardo e a Inês Cepa


Em primeiro lugar, foram efetivadasas alterações aos órgãos sociais da Solsef, necessárias para fazer face à alteração ao regime jurídico do associativismo jovem - Primeira alteração à Lei n.º 23/2006, de 23 de junho. Esta modificação impõe às associações que o órgão executivo seja constituído por 80 % de jovens com idade igual ou inferior a 30 anos e liderado por jovem com idade igual ou inferior a 30 anos à data da sua eleição. Por isso, na Direção Social (DS), a Sofia Leite e a Mónica Ferreira fizeram uma troca de cargos, passando a Sofia a ocupar a Presidência e a Mónica Ferreira a Vice-Presidência. O Tiago Gurgel entrou na equipa para substituir à Sofia Tenreiro no cargo de vogal. Adicionalmente, e tendo em conta que houve 2 renúncias ao cargo da Direção, entraram os dois suplentes, a saber o Pedro Gesteiro, para substituir a Jessica Sousa como vogal e a Marta Correia para ocupar o lugar da Daniela Duarte como secretária.

 

Participantes da 53ª Assembleia Geral Ordinária


Finalmente, e para cobrir os lugares dos suplentes, entrou o Ricardo Peres, que já fez parte da Direção Social, e a Mariana Rodrigues, uma jovem de Peniche que acompanha a Sol sem Fronteiras já há vários anos.

 

A seguir foi apresentado, discutido e aprovado o Plano de Atividades de 2020.

 

No eixo da Cooperação para o Desenvolvimento, o projeto Centro Social Centro Social "Jakakuaa Oñondive - Crescemos Juntos” continuará a apoiar o bairro de "El Reducto”, em "San Lorenzo”, em Paraguai. Também continuará a decorrer a segunda fase do "Aprendizagem Inclusiva”, em Contuboel, na Guiné-Bissau, até o mês de maio, data prevista para a finalização da ação. Para além disso, a Sol sem Fronteiras irá incluir na sua agenda o projeto "Inovação Educativa”, que irá apoiar a Escola Comunitária São João de Deus, em Nampula, em Moçambique, a partir de julho de 2020.


No eixo do voluntariado Internacional está prevista a organização do Projeto Ponte 2020, e o acompanhamento do Voluntariado Missionário Espiritano que está a ser realizado por dois voluntários em Cabo Verde. Além disso, a Solsef começará como trabalho de definição e preparação das próximas edições dos projetos "Abraçar a Missão” e "Aprender Vivendo”, que terão lugar em 2021 e 2022, respetivamente.


No eixo da Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global continuarão a ser desenvolvidas as rúbricas "Foto da semana – Missões Católicas” e "Foto da semana – Curiosidades”, tal como a iniciativa "Sorrisos de Papel”. Uma nova atividade a realizar para o próximo ano será, caso obter o cofinanciamento do projeto Erasmus +, a ação "MyMigration”. Este é um projeto que tem como principal objetivo fazer uma análise de expectativas do processo migratório rumo "à Europa” tendo em conta a perspetiva dos protagonistas na origem e no destino. Deste modo, será realizado um documentário que irá recolher as histórias de vida de 15 jovens na Guiné-Bissau, que pretendem procurar novas oportunidades na Europa, bem como as experiências de vida de 30 jovens imigrantes em Espanha e Portugal.

 

Após a explicação do plano de atividades, foi a vez da apresentação, discussão e votação do Orçamento de 2020, que também foi aprovado.

 

No intervalo, os sócios foram convidados a ouvir os testemunhos da Cátia Sousa, que esteve com os Jovens sem Fronteiras no mês de Agostos, um mês em São Tomé, no âmbito do projeto Ponte, bem como de Prof. Ana Cristina Marques, o Prof Gonçalo e a voluntária Mariana que partilharem diversos momentos marcantes que viveram com o projeto "Aprender Vivendo” em Contuboel.


Depois destas reflexões, houve tempo para por as conversas em dia, acompanhado por um lanche. Também quem quis, visitou a banquinha solidária, cujos lucros reverterão para o projeto Inovação Educativa.


Para finalizar, foi lida e votada a ata desta assembleia, marcando o fim deste encontro.


Agradecemos a todos os sócios e amigos da Solsef que guardaram a tarde de domingo para marcar presença nesta AG e enviamos um sincero agradecimento ao Palácio Baldaya pelo acolhimento.

 


O Sol nasce para todos
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento
Facebook Youtube Instagram
Copyright 2019 Sol Sem Fronteiras Todos os direitos reservados
Design by: www.mediaminds.pt