Notícias
Solsef
Arranque da formação contínua do projeto Capacitação Pedagógica

Arrancou, no âmbito da segunda fase do projeto Capacitação Pedagógica - que decorre em Bafatá (Guiné-Bissau) em parceria com a Cáritas Diocesana de Bafatá e com o cofinanciamento do Instituto Camões, I.P. - a formação contínua para os professores das três escolas abrangidas pelo projeto: o Liceu Leopoldo Pastori, a Escola Missionária São Francisco Xavier e o Jardim Infantil Santa Teresinha do Menino Jesus. Quase 60 professores inscreveram-se nesta atividade, que irá decorrer até junho de 2022 e que irá dividir-se em três oficinas: A preparação do trabalho docente (Organização, Planificação e Avaliação Curricular-Pedagógica)e a sua implementação (a prática dos processos de Ensino-Aprendizagem); Literacia informática e digital no trabalho docente e finalmente Competências transversais na docência (escola, família e sociedade).


A formação contínua começou com o seminário de abertura da formação


Para acompanhar o início da segunda fase, viajaram até Bafatá a Inês Souta, da Solsef, a Daniela Ferreira, formadora do CFAE – Centro Oeste, e a Adriana Rente, formadora voluntária da Ser Mais Valia, que irá implementar o primeiro curso formativo: A preparação do trabalho docente (Organização, Planificação e Avaliação Curricular-Pedagógica) e a sua implementação (a prática dos processos de Ensino-Aprendizagem).


Seminário da Daniela Ferreira - Projeto Capacitação Pedagógica

A Daniela Ferreira durante o seminário


O trabalho começou no passado sábado, dia 2 de outubro, com o seminário de abertura implementado pela formadora Daniela Ferreira. A Daniela, com uma ampla experiência na formação de professores, viajou em nome do CFAE- Centro Oeste para conhecer o contexto onde serão implementadas a formações. Trabalhou lado a lado com os professores num seminário de 5 horas de duração, onde foram apresentadas os três cursos formativos que irão ser apresentados e abordadas questões como os paradigmas pedagógicos: paradigma da instrução, paradigma da aprendizagem e paradigma da comunicação. Além disso, a Daniela conheceu as três escolas e, partindo do bom trabalho que os docentes já estão a fazer, sugeriu algumas dicas para melhorar o processo de aprendizagem dos alunos. A partir desta primeira toma de contacto, a Daniela acompanhará de forma remota desde Portugal o decorrer das formações, de forma a assegurar a sua acreditação também em Portugal.


A Adriana Rente, formadora voluntária, trabalhará durante quase três meses em Bafatá


Por outro lado, a Adriana Rente, formadora voluntária sénior, também já está a implementar o primeiro curso formativo, A preparação do trabalho docente (Organização, Planificação e Avaliação Curricular-Pedagógica) e a sua implementação (a prática dos processos de Ensino-Aprendizagem), desde o passado dia 4 de outubro. Durante quase três meses a Adriana irá partilhar todo o seu vasto conhecimento com os professores das três escolas, além de acompanhar o seu trabalho na sala de aulas para dar sugestões, baseadas na sua ampla experiência, que pretendem melhorar a capacitação pedagógica dos professores e, consequentemente, a aprendizagem dos alunos.


Adriana Rente - Projeto Capacitação Pedagógica

A Adriana Rente durante a formação


Queremos muito agradecer a sua disponibilidade à Inês e à Daniela, já de regresso em Portugal, e à Adriana, que continuará partilhando o seu conhecimento até dezembro nas três escolas de Bafatá. Um obrigado muito especial a Maria Fernanda Gomes e Edite Morujão por facilitar a colaboração institucional da Ser Mais Valia, entidade encarregue do recrutamento das formadoras sénior voluntárias, e ao professor Nicolau Borges pela ajuda a estabelecer pontes na certificação das formações.

O Sol nasce para todos
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento
Facebook Youtube Instagram LinkedIn
Copyright 2021 Sol Sem Fronteiras Todos os direitos reservados
Design by: www.mediaminds.pt