Notícias
Solsef
Formação | Educação e Cooperação para o Desenvolvimento
Decorreu, no passado fim-de-semana, a formação de Educação e Cooperação para o Desenvolvimento destinada ao contexto de Voluntariado Internacional.

Pela primeira vez para a Solsef, e para dar resposta à atual situação de distanciamento social provocada pela COVID-19, a formação foi realizada on-line. Cada um dos 19 formandos participou a partir de casa através da plataforma Zoom e todos juntos atenderam às explicações da formadora, Concha Tello, passando a fazer também diferentes dinâmicas em grupos, individualmente, e no grupo geral.

Os formandos, a aprtir de casa
Os formandos, a partir de casa

Nos dois dias de formação os participantes trataram diferentes temas. Através de dinâmicas participativas e interativas falaram sobre a grande temática da cidadania, tendo o outro como ponto de partida. Foram desmistificados alguns preconceitos resultantes da natureza da cultura que conhecemos e trabalhadas as vantagens e desvantagens de viver e trabalhar em equipa, procurando situações específicas de vivência em voluntariado.  

Começaram por falar sobre a Cidadania e participação para uma cidadania mundial, tendo em consideração a comunidade local e a dimensão internacional, passando para a Responsabilidade dos Cidadãos na consecução dos Direitos Humanos, como estes se podem organizar através das Organizações da Sociedade Civil e quais os instrumentos legais à sua disposição. 

A seguir, estudaram os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e ouviram testemunhos de projetos da Sol sem Fronteiras e dos Leigos para o Desenvolvimento que trabalham para o alcance destes objetivos. 

A seguinte unidade temática versou sobre empenhamento cívico e inovação social, refletindo sobre como promover a tolerância e cooperação e como prevenir e solucionar conflitos. Logo a seguir continuaram a introduzir-se no conceito de Cooperação para o Desenvolvimento, atendendo a temáticas mais específicas e menos faladas, como o impacto do choque cultural para a consecução de más práticas de cooperação, ou para a própria vivência do voluntariado.

Já especificamente no âmbito do Voluntariado, em que alguns trabalhos de grupo proporcionaram diferentes discussões sobre o que é o voluntariado e quais os fatores a ter em consideração no desenho e execução de um projeto de voluntariado, começaram depois por distinguir entre Voluntariado Nacional e Internacional, e os diferentes domínios do voluntariado: Solidariedade, Desenvolvimento e Cooperação.

Para concluir a formação, a formadora apresentou as Responsabilidades das Entidades Promotoras e dos Voluntários. Começou por expor os Direitos e Deveres das entidades e dos voluntários. Logo analisaram as necessidades dos promotores e das comunidades de acolhimento dos projetos. Finalmente, refletiram sobre quais devem ser as motivações para realizar um voluntariado e sobre o compromisso que este envolve.

Após as 16 horas de formação, os voluntários irão receber um certificado outorgado pela Competir – Formação e Serviços, a quem muito agradecemos a sua disponibilidade. Assim como também agradecemos à formadora, Concha, e ao IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude, cofinanciador desta iniciativa, no âmbito do programa Formar +. E um muito obrigado aos formandos pela sua participação. É motivador perceber que em tempos de crise são necessárias mudanças, mas que a vontade de Fazer o Sol Nascer para Todos continua tão grande, ou ainda maior!

O Sol nasce para todos
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento
Facebook Youtube Instagram LinkedIn
Copyright 2020 Sol Sem Fronteiras Todos os direitos reservados
Design by: www.mediaminds.pt