Notícias
Solsef
História de vida | Sérgio
As pessoas atrás dos projetos são a razão da existência da Sol sem Fronteiras, por isso, hoje queremos dar rosto a uma delas: ao Sérgio Domingos Sanha.

O Sérgio é um jovem de 21 anos que vive em Contuboel, na Guiné-Bissau, e para contar os últimos anos da vida do Sérgio é preciso falar também dos últimos anos da Sol sem Fronteiras.

O percurso do Sérgio está estreitamente ligado ao Centro Educacional Irmã Valdelícia, uma escola que a Solsef conhece muito bem, pois ali decorreu, em parceria com as Irmãs da Congregação Santa Teresinha do Menino Jesus e com o cofinanciamento do Instituto Camões, I.P., o projeto "Aprendizagem Inclusiva”. Este projeto esteve focado também na inclusão dos alunos com necessidades educativas especiais, alinhando-se com o trabalho que a direção da escola já estava a fazer antes do projeto e que continua a fazer, com muito empenho e excelentes resultados, atualmente.
 
Foi no âmbito do projeto Aprendizagem Inclusiva que o vínculo entre o Sérgio e a Solsef começou, pois foi um dos alunos beneficiários do banco de bolsas implementado ao abrigo do projeto. Graças a este apoio foi possível para o Sérgio continuar a estudar apesar das dificuldades da sua situação pessoal e familiar. Órfão de pai e mãe, o Sérgio mora num agregado composto por 11 pessoas, cujos rendimentos dependem da agricultura e das colheitas e, portanto, nunca são fixos. A bolsa ganha pelo Sérgio, que suporta o pagamento das propinas, alivia a pressão que os custos com educação representam para esta família com mais 5 crianças e jovens, além do próprio Sérgio.

Alunos Bolseiros Aprendizagem Inclusiva
O Sérgio junto dos outros alunos bolseiros do segundo ciclo, no ano letivo 2019 - 2020

A importância de continuar escolarizado no Centro Educacional Irmã Valdelícia vai mais além do continuar com a sua formação académica, pois significa para o Sérgio continuar a fazer parte de uma comunidade que privilegia o desenvolvimento e a capacitação de jovens e crianças com necessidades educativas especiais. O Sérgio tem uma deficiência cognitiva que limita algumas das suas capacidades e que provoca um certo atraso no seu desenvolvimento, mas que em nada reduz a sua vontade de trabalhar e de contribuir para o desenvolvimento da comunidade. 

A determinação do Sérgio levou as Irmãs a oferecer-lhe um emprego na equipa de Medicina Natural que elas próprias gerem em Contuboel, em parceria com a Cáritas Diocesana de Bafatá. Assim, o jovem continua, em simultâneo, com os seus estudos no Centro Educacional Irmã Valdelícia e com o seu trabalho, lado a lado com o resto da equipa, na elaboração dos remédios produzidos pela equipa de Medicina Natural. Os trabalhos do Sérgio neste projeto são variados e passam por ajudar naquilo que for preciso, desde ir à floresta recolher as plantas até ajudar a lavar e secar as folhas das plantas ou preparar e etiquetar as garrafas onde se guardam os remédios.
 

Equipa de Medicina Natural
O Sérgio, o primeiro pela esquerda, junto ao resto de colegas do projeto Medicina Natural


O trabalho desenvolvido pelas Irmãs em Contuboel merece muito ser valorizado, pois ele nasce desde um conhecimento profundo da comunidade e concretiza-se em ações que beneficiam o seu conjunto, mas sempre com o foco posto na integração dos mais vulneráveis. 

Ficamos muito felizes de fazer parte da história do Sérgio e muito gratos a todos os que contribuíram para este projeto, tornando-o realidade. E queremos também oferecer um obrigado também muito especial à equipa missionária da Congregação Santa Teresinha do Menino Jesus, a Irmã Ana Lúcia dos Santos e a Irmã Luzinette Fortes, que construíram o projeto ao nosso lado, e ao Instituto Camões I.P., seu cofinanciador.

O Sol nasce para todos
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento
Facebook Youtube Instagram LinkedIn
Copyright 2021 Sol Sem Fronteiras Todos os direitos reservados
Design by: www.mediaminds.pt