Notícias
Solsef
A Raquel visita o Colégio Minerva

A Raquel Carreira, da nossa equipa executiva, partilhou o dia de ontem com os alunos do 6º ano do Colégio Minerva, localizado no Barreiro. A Raquel foi convidada, no âmbito da disciplina de Cidadania, para falar sobre o trabalho das Organizações do Terceiro Setor e aproveitou o exemplo da Solsef, que conhece tão de perto, para mostrar aos alunos algumas das áreas de atuação através das quais as ONG procuram tornar o mundo mais justo, solidário e atento.


 A Raquel Visita o Colégio Minerva

A Raquel durante a intervenção


Uso de dinâmicas para captar a atenção dos mais novos.


A Raquel começou por apresentar a definição de ONG´s, os objetivos que perseguem e a forma jurídica que podem revestir, usando a Sol sem Fronteiras como exemplo. Para tal, a nossa representante empregou a primeira de várias dinâmicas criadas para a sessão com o objetivo de captar a atenção dos alunos. A Raquel pediu que cada um dos alunos acertassem com uma bola de papel no caixote do lixo da aula, independentemente do lugar onde se encontrassem as suas secretárias. Com esta analogia, a Raquel explicou a necessidade do trabalho da Solsef e a sua missão: colocar o caixote à mesma distancia de todos.


Logo desta breve introdução, a nossa representante decidiu continuar com outra atividade: o jogo das diferenças e das semelhanças. Mostrou fotos das diferentes realidades nos países desenvolvidos e nos países em desenvolvimento com o intuito de ajudar os miúdos a compreender que, apesar das diferenças nas infraestruturas, todas as crianças querem ir à escola, brincar etc.

 

A Raquel também apresentou as diferentes áreas de atuação da Solsef


No decorrer da sessão, a Raquel aprofundou nas diferentes áreas de atuação da Sol sem Fronteiras. Começou por falar sobre a Cooperação Internacional e sobre a crença da Solsef em que é pela educação que se quebra o ciclo de pobreza. A seguir continuou com a importância do eixo de Voluntariado Internacional, partilhando com os alunos que o caminho para "um mundo melhor” também se consegue quando há voluntários capazes de doar o seu tempo e tornarem-se Agentes de Cooperação. Finalmente, também explicou às crianças a relevância de desafiar todos a promover e contribuir para encontrar o caminho do desenvolvimento sustentável e que, para isso, a Educação para a Cidadania desempenha um papel crucial.


 

O voluntariado foi um dos eixos sobre o qual mais trabalharam

 

 A Raquel focou uma parte da sua intervenção no voluntariado, mostrando às crianças a importância deste eixo para a Sol sem Fronteiras. ASolsef nasceu a partir de um grupo de jovens que fazia projetos de voluntariado internacional e iniciaram até a angariação de fundos para a construção de uma escola em Caió, no norte interior da Guiné-Bissau. Estes jovens só faziam projetos de voluntariado de um mês, mas perceberam que se, voltando a Portugal, fundassem uma associação, poderiam trabalhar de forma mais profissional e organizada e ajudar mais pessoas. Assim decidiram fundar a Solsef – uma associação jovem – que iria trabalhar em prol de outros jovens e crianças em países em desenvolvimento! Ao longo dos nossos 27 anos de vida, já apoiamos 35 projetos em 6 países diferentes, com quase 350 voluntários. 


 

Ir ao encontro das crianças e dos jovens é uma das coisas que mais sentido fazem para a Sol sem Fronteiras, por isso queremos agradecer à professora Dora Esteves Saraiva, quem já partiu em voluntariado com a Solsef, este convite. E um obrigado muito especial às crianças, que acolheram tão bem a nossa colega Raquel. Até para o ano!


O Sol nasce para todos
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento
Facebook Youtube Instagram LinkedIn
Copyright 2021 Sol Sem Fronteiras Todos os direitos reservados
Design by: www.mediaminds.pt