Notícias
Solsef
Raios de Sol em Itoculo

Testemunho de Helena Ferreira, voluntária de longa duração (1 ano) em Itoculo:


O investimento aqui é como raios de Sol. Estão a ver aqueles dias escuros em que o céu está cinzento e carregado de nuvens?! Quando aqueles raios de sol trespassam as nuvens deixam-nos com a esperança que algo melhor está para vir, mas precisamente o sol.


Existem 3 projetos, aqui em Itoculo, que, para mim em especial, representam esses mesmos raios de sol. O primeiro projeto é o Lar de estudantes das raparigas, Lar Eugénie Caps. Este lar, para além de proporcionar a estas jovens meninas a possibilidade de continuarem os estudos e de lhes proporcionar momentos de estudo e crescimento escolar, dá-lhes algo muito mais importante: o respeito por elas próprias e o mote para a emancipação da mulher jovem moçambicana e digo isto porquê?! Porque as meninas que estão, ou já estiveram, no lar dão valor à sua voz, sabem que a opinião delas deve ser considerada. Um dos meus trabalhos aqui é o ministério dos jovens e uma das únicas raparigas que até hoje interveio e opinou nos encontros tinha passado pelo lar. É maravilhoso ver essa transformação nas jovens, é um raio de sol.



Helena com algumas meninas do lar. É só gente feliz!


As meninas acolhidas no lar Eugénie Caps este ano letivo


 

Um segundo projeto é a biblioteca paroquial, o meu principal trabalho por aqui. Os alunos daqui não têm por hábito adquirir os manuais escolares, não existe folga no orçamento familiar para isso, então a biblioteca surge como o único meio de apoio à informação recolhida nas aulas, mas mais uma vez representa muito mais do que isso. Para alguns dos frequentadores da biblioteca, é na biblioteca que têm o primeiro contacto com livros,
principalmente com livros de literatura, o sentimento pelos livros, por aquilo que eles nos podem dar é um sentimento apenas alimentado na biblioteca e o amor à magia de um livro é um sentimento que ainda tem muito para crescer.

 


Na biblioteca, entre livros, cadernos e canetas, fazem-se os trabalhos de casa e estuda-se em conjunto.



O último projeto é, como já devem estar a imaginar, o lar de estudantes dos rapazes, lar Beato Daniel Brottier, é um lar que proporciona a estes meninos a possibilidade de adquirirem para além da formação escolar a formação moral, com valores e respeito pelo espaço que partilham, pelos colegas com quem o partilham, assim como valores para eles carregarem para a vida.



Os meninos acolhidos pelo Lar Beato Daniel Brottier este ano letivo. Para além de estudar, também trabalham a machamba (fotografia 1) e cozinham (fotografia 2)!


São estes raios de sol que dão a força e a esperança necessária para se continuar a investir em projetos de educação, quer em Moçambique, quer nos outros países do mundo. São estes raios de sol que nos dão a esperança de que o sol nasce efetivamente para todos.


A viagem da Helena contou com o apoio do programa Donate Miles da TAP.

 

O Sol nasce para todos
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento
Facebook Youtube Instagram LinkedIn
Copyright 2021 Sol Sem Fronteiras Todos os direitos reservados
Design by: www.mediaminds.pt