Países de Intervenção

Portugal

Datas

De julho a agosto de 2021

Objetivos Gerais

  • Profissionalizar a loja solidária da Sol sem Fronteiras;
  • Fornecer uma oportunidade de imersão laboral à jovem dinamizadora.

Objetivos Específicos

  • Desenvolver um plano de negócio social que contempla o registo e divulgação da marca comercial “PrendaSolidária”;
  • Realizar um estudo de viabilidade do atelier de costura “EmpoderArte”;
  • Garantir a sustentabilidade da loja através da ampliação das oportunidades de nichos de mercado.

Beneficiários

8000 Nº beneficiário Diretos
20000 Nº beneficiário Indiretos
50 % de mulheres beneficiárias

Público-alvo

Grande público.

Atividades e Estratégia de Intervenção

A ação “Empreendedorismo Social” visa dar um estímulo à profissionalização da loja solidária da Sol sem Fronteiras (Solsef) através do desenvolvimento de um plano de negócio social que contempla o registo e divulgação da marca comercial “Prenda Solidária”, o estudo de viabilidade do atelier de costura “EmpoderArte” e a pesquisa de nichos de negócio alternativos, no âmbito do consumo responsável e amigável perante produtos e serviços fornecidos por entidades do terceiro setor, que garantam a sustentabilidade da loja a longo prazo. Por um lado, a ação assenta nos princípios da iniciativa “Youth on the Move”, definida pela Comissão Europeia em 2010, que promove medidas que melhorem a empregabilidade dos jovens. Por outro lado, a ação vai ao encontro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis –ODS, proclamados pelas Nações Unidas em 2015, concretamente no que diz respeito do Objetivo 8 (Trabalho Decente e Crescimento Econômico) e a correspondente meta 8.a. (desenvolver e operacionalizar uma estratégia global para o emprego dos jovens […]).

A metodologia de implementação do projeto assenta nas ferramentas proporcionadas pelo conceito “empreendedorismo social”, que apresenta três modelos de valor social acrescido: 1.- Modelos em que o produto ou o serviço cria valor social por si próprio; 2.- Modelos em que o trabalho produz valor social para coletivos vulneráveis; 3.- Modelos em que a matéria-prima gera valor social e 4.- Modelos em que o lucro do negócio reverte para ações com valor social. Através da loja solidária, a Solsef tem pretendido implementar um plano de “empreendedorismo social” baseado na conjunção de dois Modelos: a.- Modelo em que o trabalho cria valor social para coletivos vulneráveis (criação do atelier EmpoderArte) e b.- Modelo em que o lucro do negócio reverte para ações com valor social (financiamento de projetos de cooperação internacional para o desenvolvimento).

Parceiros

Financiadores